in

A viabilidade da agricultura orgânica

Agricultura orgânica é o assunto do quarto episódio do Ecoa: ecocast da AlmA. Com o apoio cultural da Master Ambiental, o programa apresenta sempre debates sobre educação ambiental e sustentabilidade, com informações úteis, atualizadas e entrevistados atuantes nesses temas.

Ouça o podcast:

A viabilidade da agricultura orgânica

 
 
00:00 /
 
1X

Por Laila Menechino. 

No Ecoa: ecocast da AlmA de hoje nós vamos falar sobre a viabilidade da agricultura orgânica.  Os relatos ouvidos logo no início do programa são de um agricultor orgânico da região metropolitana de Curitiba, onde existe um cinturão vocacionado à agroecologia.

Ele cultiva sem o uso de sementes geneticamente modificadas e padronizadas, sem o uso de venenos, e para isso precisa observar a natureza de perto. Colhe seus frutos e assim se sente mais próximo dessa natureza, ou seja, de sua própria vida, saudável e produtiva.

Venâncio de Oliveira (foto acima), Doutor em Economia, escritor e ativista em Londrina é quem coletou e trouxe essa riqueza para ouvirmos. Na minha pesquisa de produtores orgânicos, encontrei o êxodo invertido.

Quem não conhece a história de um parente que viveu o período de ouro do café no Norte do Paraná, e com a queda do ciclo teve que abandonar o campo, buscando uma alegria na cidade, mas muitas vezes encontrando pobreza em São Paulo ou em Londrina?

São pessoas que vieram do campo, foram à cidade e ali pularam de emprego em emprego. Então, ouviram falar sobre “orgânicos”. Isto é, da possibilidade de encontrar riqueza no regresso ao campo, produzindo alimentos orgânicos na agricultura familiar. Ali, encontraram uma nova potência tecnológica, muito trabalho, algumas dificuldades, mas saúde e uma nova relação com a natureza.

Ecoa no Spotify

Gostou do programa e quer curtir ele no seu aplicativo favorito? Então, acesse o nosso podcast no Spotify, siga o nosso perfil e salve os episódios para ouvir quando quiser.

Agenda das Vilas: 2 a 8 de agosto de 2020

EP23: Segurança, ciência e sociedade para reabrir escolas