in

Ampliar as vozes femininas e a visibilidade de suas conquistas

vozes

Na 39ª edição a Hora do Sabbat trouxe no caldeirão feminino e feminista muitas vozes, teve estréia, encontros ilustres, mulheres referência que ainda seguem ativas em sua luta, muita música e informação.

O programa começou com o bloco musical inspirado nas séries que a Sarah tem assistido atualmente, ela selecionou quatro séries: Sua favorita Os Simpsons, Grace & Frankie, Good Girls e a nacional Coisa mais linda.

Femenageada da Semana foi uma dupla, Liv Arnesen e Ann Bancroft as exploradoras da Antártida. As duas mulheres que se conheceram só na vida adulta e cresceram separadas por 6 mil quilômetros de distância, porém com o mesmo sonho, atravessar a Antártida a pé. Após muitas preparação física e emocional, ainda receberam duras críticas que não abalaram, realizaram a expedição que durou o período do verão no Pólo Sul. Ambas estão na faixa etária dos 60 anos e continuam viajando pelo mundo falando sobre as mudanças climáticas e a preservação da água limpa, além de estimular jovens a correrem atrás de seus sonhos.

No Fio da História trouxe um conto sobre solidariedade, sobre o olhar coletivo, A pedra no caminho, foi a escolha da contadora de histórias Camila Genaro, que com toda sua expressividade nos presenteia quinzenalmente com lindas história sobre a humanidade, trazendo arquétipos e momentos de reflexos únicos, com o intuito de nos contar histórias libertadoras e quem sabe com poderes curativos…

Para contemplar o objetivo da multiplicidade de vozes e temas, o programa dessa semana teve mais uma estreia a coluna: Crua e Nua, uma coluna mensal sobre nossas ancestrais e a cada episódio nos apresenta a história de uma grande mulher da música. Apresentada por Roberta Youssef, a paulistana que atua em produção cultural e curadoria musical. Há 13 anos na área, produziu e apresentou programas musicais de tv, encabeçou a programação de casas emblemáticas da cidade de São Paulo como Studio SP, Riviera Bar, Cine Joia, Z Carniceria e Mirante 9 de Julho.Foi por 2 anos curadora e diretora artística do Sonora, festival voltado para a formação de mulheres na música. É também colaboradora no portal Hysteria, através de pesquisa e seleção de clipes dirigidos por mulheres. É parceira na curadoria e produção de algumas noites do Mundo Pensante. E, finalmente, pilota a Crua Música, produtora para pensar e ativar a música em todos os sentidos. Na estréia, Roberta nos apresentou a maravilhosa musicista Rosinha de Valença.

Na sequência, Flora Miguel com o quadro semanal Da Lira: apresentou um pouco do que rolou no Festival Lírica Paulistana, um evento realizado para celebrar os 40 anos do teatro Lira Paulistana, berço da arte vanguarda na década de 80. O festival além de festejar essa história foi um grande reencontro de uma geração que modificou a postura artística de uma das cidades que mais produz arte no país.

A Entrevista Observatório Chega dessa semana trouxe uma nova parceria a partir do mês que vem teremos uma coluna de combate a violência contra mulheres produzida pelo grupo Observatório Chega, Nara Assunção e Raquel Alves que coordenam o grupo ainda convidaram a todes para o evento do dia 3 de junho às 19h na UniSanta, quando haverá o lançamento do portal do grupo, que pretende ser uma plataforma de denúncia, discussão e acolhimento para as vítimas de violência. Foi um papo bem aproveitado e que conseguimos conhecer um pouco mais sobre a motivação para criação do grupo.

Minas de Ouro do Hip Hop chega com sua 2ª edição e Vitória Pacheco trouxe uma entrevista exclusiva com a dupla Rap Plus Size que esteve em Santos em 2018.A entrevista é longa e foi divida em quatro partes, então não perca em junho a continuação dessa conversa que falou muito sobre a produção musical da dupla em 2018. Esse ano, Issa Paz utiliza novo nome artístico e, assume publicamente a postura não binária em relação ao gênero, assim utiliza o nome Jupi77er Pimentel.

O momento mais querido e esperado dessa semana foi especial, o quadro Rolê Free trouxe uma fala da escritora Conceição Evaristo que convidou os ouvintes da baixada santista a comparecer nas atividades mediadas por ela no Sesc Santos na semana passada. Evaristo participou de atividades sobre leitura com programas educativos do sesc de todas as idades.

Protagonistas Femininas Fortes

Duas Protagonistas Femininas Fortes

1º Festival Cultural de Etnias valoriza a cultura local