in

Arquivo X: a crença versus a busca pela verdade

Scientia Vulgaris Arquivo X

Arquivo X: a crença versus a busca pela verdade. No podcast Scientia Vulgaris de hoje pela Alma Londrina Rádio Web, você confere um episódio especial sobre esta série de TV que marcou o imaginário dos fãs de ficção científica num período pré-serviços de streaming na internet.

Arquivo X: a crença versus a busca pela verdade

 
 
00:00 /
 
1X

Por André Bacchi.

Nessa série de ficção científica, os agentes do FBI Fox Mulder e Dana Scully investigavam os arquivos x, casos não solucionados envolvendo fenômenos paranormais e extraterrestres. Mulder tem uma cabeça mais crente, enquanto Scully era mais cética, porém ambos acabam sendo alvos de uma trama conspiratória. Em uma época sem Netflix e Amazon Prime, Arquivo X era uma das séries que reinava.

Um dos principais pontos era a questão da visita de alienígenas à Terra. A série abordava muito desse “folclore extraterrestre”. Os dois slogans do Arquivo X chamavam a atenção: “A verdade está lá fora” (The truth is out there) e “Eu quero acreditar” (I want to believe). Pra mim, chamam a atenção não apenas por serem marcantes, mas por serem incompatíveis.

“A verdade está lá fora”, isso é bem provável. Mesmo sabendo que não chegará à certeza absoluta, a Ciência busca incessantemente conhecer melhor nosso mundo e seus fenômenos da maneira mais precisa possível. Todavia, se “eu quero acreditar”, se um fenômeno depende apenas de uma vontade própria subjetiva para existir, jamais nos aproximaremos dessa verdade. Enxergaremos apenas aquilo que queremos enxergar. Olharemos apenas para dentro.

Se queremos nos aproximar de verdades, é necessário abandonar a crença e abraçar a dúvida. A verdade está lá fora em algum lugar, mas quando sou apresentado a algo que de alguma forma confirma meus anseios, “eu preciso duvidar, questionar”. “A verdade está lá fora” e “eu preciso questionar” aquilo que confirma minhas crenças.

Ninguém aqui está negando, por exemplo, a possibilidade de existência de vida inteligente extraterrestre ou até mesmo a sua capacidade em nos visitar. Mas isso é uma afirmação extraordinária. E, como disse Carl Sagan: afirmações extraordinárias necessitam de evidências extraordinárias.

Um mundo povoado por indivíduos que “querem acreditar”, é um mundo governado pelo viés de confirmação, pelos gurus e pelas fraudes e ilusões. É bem provável que a verdade esteja lá fora. Fora mesmo, fora de nós. A verdade é estrangeira à subjetividade.

Pandemia Engenharia Cientifica

Pandemia da Covid-19 e a lógica médica

Luis Vagner Guitarreiro Sons do Brasil

Luís Vagner Guitarreiro lança álbum novo