in

8º Festival Hip Hopé Vermelho: de 9 a 11 de outubro

O 8º Festival Hip Hopé Vermelho promove, de 9 a 11 de outubro, workshops, batalhas de MCs, competições coreográficas e traz à cidade diversos talentos nacionais e internacionais. Para acompanhar as batalhas e as competições coreográficas basta acessar o canal do Festival Hip Hopé Vermelho no Youtube (clique aqui no link) .

Confira a entrevista de Teixeira Quintiliano para a Alma Londrina Rádio Web sobre a realização da iniciativa com a produtora Francielle Tomaz:

8º Festival Hip Hopé Vermelho: de 9 a 11 de outubro

 
 
00:00 /
 
1X

Em 2020, devido à pandemia, o Festival Hip Hopé Vermelho será realizado de forma híbrida. Haverá workshop ministrado de forma virtual e gratuita no dia 9 de outubro, transmitido pelo Instagram do festival. Nele participarão grandes nomes, como Aline Natalia, Jess Nascimento, Pam de Brito e Mayara Muller. 

As competições coreográficas serão realizadas em formato on-line. Já as “batalhas” ocorrerão presencialmente nos dias 10 e 11 de outubro no Estúdio Fresarin (Aurora Shopping), seguindo todos os protocolos de saúde. 

Programação

O festival conta com as seguintes modalidades e jurados: Batalhas de MCs – Juri: Venezian (Londrina), Lubs (Maringá) e Thiago (Londrina); Batalhas de Breaking – Juri: TM (Londrina), Lubsgirl (São Paulo) e Nathana (Uberlândia); Batalhas de All Style – Juri: Dú (Londrina), Nathana (Uberlândia) e Aline Natalia (Sarandi) . Os vencedores receberão prêmios de R$ 700 e o troféu.

As Competições Coreográficas terão os jurados: Mayara Muller (Cascavel), Aline Natalia (Sarandi) e Jess Nascimentto (São Paulo). O prêmio para equipe com a melhor nota será de R$ 1.000 e o troféu.

Nos dias da competição, os jurados estarão on-line assistindo e julgando as batalhas. Foram classificados competidores de várias cidades do Paraná, São Paulo, Goiás, Santa Catarina e Rio de Janeiro. A lista dos classificados e outras informações estão no Instagram do evento.

Trajetória

O Festival Hip Hopé Vermelho chega a 2020 com um público cativo, consolidado na agenda cultural de Londrina e como referência para eventos similares em todo o país. O público do ano passado, em dois dias intensos de festival, atingiu em média aproximadamente 2.500 pessoas, fortalecendo o movimento hip hop na cidade e região.

The Trip Tributação do livro

Tributação do livro e direito à literatura

Mostra da CAL reúne 5 bandas em evento beneficente neste domingo em Londrina

Rock ao vivo – banda CO2 realiza live neste sábado (10)