in

Secretarias divulgam resultados dos testes de COVID-19 em idosos

Testes para COVID-19 em idosos de Londrina

Por Teixeira Quintiliano.

As secretarias da Saúde e do Idoso da Prefeitura de Londrina divulgaram na tarde desta quarta-feira (29/7) os resultados preliminares dos testes de COVID-19 aplicados nas Instituições Conveniadas e Privadas de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). Até esta quarta-feira (29), foram testados 500 idosos do total de 600 e 416 funcionários de 418 das ILPIs de Londrina. 

Dentre os testes realizados, um paciente de ILPI particular apresentou resultado positivo. Ele não possui sintomas respiratórios, mas em cumprimento ao protocolo sanitário, está isolado dos demais pacientes, em quarentena na própria ILPI, e recebe monitoramento de equipe da Saúde.

Até o início da aplicação dos testes em ILPIs particulares, em 13 de julho, cinco idosos residentes de ILPIs conveniadas de Londrina estavam internados com coronavírus. Destes, três em enfermaria e dois em UTI.

Segunda etapa do trabalho

Desde 13 de julho, testes para COVID-19 são aplicados pela Prefeitura em Instituições Privadas de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). Na primeira etapa deste trabalho preventivo, a Prefeitura Municipal realizou a testagem para coronavírus em massa nas ILPIs Conveniadas. 

A Secretária Municipal do Idoso, Andrea Ramondini, conversou conosco a respeito da segunda etapa do trabalho realizado em parceria com a Secretária de Saúde de Londrina. Confira a entrevista:

Secretarias divulgam resultados dos testes de COVID-19 em idosos
Jornalismo

 
 
00:00 /
 
1X

Além dos testes para COVID-19, o Plano de Contingência para as Instituições de Longa Permanência para Idosos:

  1. suspendeu as visitas de familiares;
  2. isolou áreas para idosos com sintomas ou diagnóstico de coronavírus;
  3. e tornou obrigatório o uso de Equipamentos de Proteção Individual por todos os funcionários dessas instituições. 

EP21 – Ciência e pandemia, música em disco de vinil e o mapa dos alimentos sem agrotóxicos

EP22 – Conselho de Políticas LGBTI e Revista D-Arte em pauta