in

“O mundo está Insano!” Hamlet abre o FILO de 2017

Por Vitor Struck

Foto: Patrícia Selonk, em Hamlet. Divulgação Armazém Cia. de Teatro

 

Prestes a completar meio século de existência o mais antigo festival de teatro da América Latina vai ser realizado com um orçamento apertado: R$1,2 milhão. “Dinheiro de pinga”, como dizem por ai, se compararmos com o que foi desviado na operação Publicano ou com o salário de Neymar. Como bem lembrou Paulo de Moraes, “o mundo está insano”. Viva ao Filo!

Abertura com Hamlet

Uma história onde alguém assume o poder de forma ilegítima foi a escolhida para abrir a 49ª edição do Festival Internacional de Londrina, o FILO. Você, que deve estar pensando “mas poxa vida né” e não se programou, vai passar vontade de assistir à montagem de Hamlet, da Armazém Companhia de Teatro, já que os ingressos estão esgotados.

O diretor Paulo de Moraes já está na terrinha natal da Armazém, Londrina, e nós conversamos com ele.

Provavelmente você já ouviu falar que Fernanda Montenegro vai se apresentar pela primeira vez por aqui com um texto de Nelson Rodrigues, certo? Mas não é somente a presença da musa do teatro brasileiro que faz da programação deste ano muito interessante. Um dos destaques internacionais é “Black Off”, da Companhia Empowerment Productions (18 e 19 de agosto – 19h). A companhia, sediada em Berna, na Suíça, vai levar música ao palco do Teatro Mãe de Deus para debater questões como o racismo. Confira outras dicas do Luiz Bertipáglia, diretor do festival.

Teatro Ouro Verde sem funcionários

Entre os dias 11 e 27 de agosto a falta de funcionários no Cine Teatro Ouro Verde deve dar um pouquinho mais de trabalho aos integrantes de equipe. Ao menos 14 apresentações foram programadas para o teatro, reinaugurado há dois meses e fechado após o Festival de Música de Londrina. São necessários 19, mas a diretora da Casa de Cultura da UEL, Cleusa Cacione, só conta com quatro efetivos.

Museu Histórico

Museu Histórico recebe Feira de Discos

Featured Video Play Icon

Encerramento Festival Blues de Londrina