in

Anatomia Musical: It’s Alive!

O podcast Anatomia Musical reestreia na Alma Londrina Rádio Web com muito humor, boas vibrações e um especial com sons de artistas da Oceania. Quem opera o monstrinho sonoro é Olifa Ollon, que traz seu bisturi afiado para fazer as incisões necessárias neste primeiro episódio e o trazer de volta à vida: It’s Aliiiiiiiiiiiiveee! It’s Aliiiiiiiiiveeeee!.

Ouça o podcast:

Anatomia Musical: It’s Alive!

 
 
00:00 /
 
1X

Por Olifa Ollon. 

Depois de seis longos e silenciosos anos, o podcast Anatomia Musical retorna mais vivo do que nunca nas frequências cibernéticas da Alma Londrina Rádio Web. Pegando uma onda neste mar revolto de 2020 e curtindo sons envolventes de Thelma Plum & Baker Boy, representantes do folk e australian hip hop, reestreamos com uma seleta de faixas deles.

Neste programa nós mergulhamos na endoderme da produção musical mais recente da indústria fonográfica australiana. Ouvimos a faixa “Better In Black“, que dá nome ao álbum de estreia da Thelma Plum. Além de ser uma cantora que acaricia nosso tímpanos com uma voz sensacional, ao mesmo tempo, se destaca enquanto pessoa ao transformar o trauma de ataques racistas sofridos em um trabalho de auto superação.

Baker Boy é o artista aborígene de maior sucesso atualmente na cena rapper australiana. Ele já conquistou o prêmio National Indigenous Music Awards, assinou contrato com a gravadora Select Music e se tornou um verdadeiro ícone para os jovens nativos da Austrália. O rapper valoriza suas raízes por meio das plataformas digitais e tem sido um grande influenciador da nova geração.

Calce suas pantufas, porque tem muito mais Thelma Plum e Baker Boy no Anatomia Musical!

Se tiver sugestões de pautas e sons para o Anatomia Musical, é só acessar o meu perfil no Facebook.

Radialivres: novo coletivo de radialistas em prol da música brasileira

edição especial banda Aminoácido

Edição especial banda Aminoácido Parte 2