in

Cidadania italiana por matrimônio

Cidadania italiana por matrimônio. Confira mais sobre o processo de naturalização por matrimônio na edição especial do podcast I Bravissimi Cast

AlmA Londrina Rádio Web
Cidadania italiana por matrimônio
/

Cidadania italiana por matrimônio. 

A lei n. 132 de 01/12/2018 estabelece que o reconhecimento da naturalização italiana só poderá ser concedido com a comprovação do conhecimento da língua italiana, ou seja, é necessário saber falar, escrever e compreender o italiano.  Essa comprovação se dá por meio da apresentação do certificado de língua italiana juntamente com os demais documentos exigidos logo no início do processo.

Mas afinal, como essa lei afeta a vida de quem tem interesse em solicitar a naturalização italiana?  

É fato que esse processo está muito mais rigoroso, e para entender o assunto é necessário estudar. Após o decreto, o candidato ao processo de naturalização precisa atingir, no mínimo, o nível B1 – equivalente ao intermediário – para que seu processo seja aceito e este nível precisa ser legalmente comprovado.

A lei se aplica para quem não possui nenhum vínculo sanguíneo com italianos, e deseja se tornar um ou uma cidadã italiana através do matrimônio, residência, ou para estudantes brasileiros que desejam realizar seu mestrado ou doutorado em uma universidade italiana.

Mas o foco deste episódio é o processo de naturalização por matrimonio. 

O documento de união civil é imprescindível para começar o processo. Para os casais que se casaram fora da Itália, eles precisam da Estratto per riassunto dell’atto di matrimonio, ou seja, é necessário fazer a transcrição do casamento ao Comune. 

Vale lembrar também que a naturalização só pode ser obtida após a aprovação do tribunal italiano de Roma, que terá o prazo de 4 anos para julgar, avaliar e conceder a cidadania.

Agora vamos falar um pouco mais sobre a prova, o estudante que domina o B1 é capaz de compreender as questões principais, quando é usada uma linguagem clara e os assuntos lhe são familiares (como por exemplo: temas abordados no trabalho, na escola, nos momentos de lazer, etc.). É capaz de lidar com a maioria das situações encontradas na região onde se fala a língua-alvo. É capaz de produzir um discurso simples e coerente sobre assuntos que lhe são familiares ou de interesse pessoal. Pode escrever experiências e eventos, sonhos, esperanças e ambições, bem como expor brevemente razões e justificações para uma opinião ou um projeto. 

A prova é extensa e com tempo cronometrado. Por isso, o aluno deve estudar muito bem a língua e se preparar com os simulados disponíveis, pois essa não é uma prova tão fácil e nem barata.  O valor médio para realizar a inscrição da avaliação é de 125 euros, fora deslocamento e outros gastos, pois é necessário verificar o local de prova, que acontece em algumas cidades brasileiras.

Para facilitar a sua vida e tirar qualquer duvida sobre o assunto, a I Bravissimi convida você a participar da aula inaugural gratuita on-line do curso Italiano para cidadania, que vai acontecer no dia 25 de maio às 14 horas.

A professora do curso e coordenadora pedagógica da Associação, Vanessa Araújo, vai apresentar os documentos exigidos e explicar por onde começar a sua solicitação.

Ela também desenvolveu o e-book “CERTIFICAÇÃO ITALIANA B1: como conseguir?” que pode ser baixado gratuitamente.

Para participar da aula inaugural on-line ou adquirir o e-book envie uma mensagem através do WhatsApp (43) 9 9957-7031, ou acesse o site ibravissimilondrina.org

I BRAVISSIMI CAST – Ficha Técnica

》Produção Radiofônica- Teixeira Quintiliano

》Edição- Thiago Franzim

》Apresentação e Produção- Letícia Cazarin e Hylea Ferraz

》Música- Nuovo Cinema Paradiso- Ennio Morricone

Jornada Mutuah – ações de responsabilidade socioambiental movimentam o mês de maio

Péricles Cavalcanti e suas músicas

Péricles Cavalcanti e suas canções