in

Filmage: a história do Descendents

Fala galera está começando mais um Punkadaria. No programa de hoje falaremos de Filmage: The Story of Descendents / ALL, documentário independente que narra a história das bandas americanas de punk rock Descendents e ALL .

Ouça o podcast:

Filmage: a história do Descendents

 
 
00:00 /
 
1X

Por João Albuquerque. 

Escrito por Matt Riggle, que o produziu e dirigiu com Deedle LaCour, o filme utiliza um formato detalhista e conta as histórias das duas bandas por meio de entrevistas, além de imagens inéditas e de arquivo.

Filmage: The Story of Descendents / ALL é estrelado pelo baterista Bill Stevenson, Milo Aukerman (vocal) , Karl Alvarez (baixo) e pelo guitarrista Stephen Egerton. O longa-metragem conta com quase todos os integrantes do passado e do presente das duas bandas. Filmage também apresenta inúmeros músicos contemporâneos, que trabalharam ou foram influenciados pelos Descendentes e All.

O documentário estreou em 15 de junho de 2013. Primeiramente, foi exibido em sessões selecionadas e em festivais de cinema nas Américas do Norte, Sul, Europa e Austrália. De modo geral, Filmage recebeu críticas positivas de veículos especializados. E posso dizer que é um documentário fantástico para os fãs da banda e de punk rock e hardcore da tradição californiana.

O título do filme deriva da tradição da banda em intitular algumas músicas e álbuns adicionando o sufixo “-age” a palavras que normalmente não o usariam, por exemplo “Myage”, “Tonyage”, “Bikeage” , “Cameage” , “Liveage!” e “Daveage” .

Descendents

O filme começa com as origens dos Descendentes nas comunidades vizinhas de Hermosa Beach e Manhattan Beach, Califórnia, no final da década de 1970. Os amigos do ensino médio Frank Navetta e Dave Nolte começaram a banda em 1977 escrevendo músicas juntos no violão. O colega de classe Bill Stevenson os impressiona com seus talentos musicais e se torna o baterista . Em 1979, eles conhecem o baixista Tony Lombardo em Long Beach e o recrutam para a banda.

Nolte se inclina para se juntar a seus irmãos em The Last, enquanto Navetta, Stevenson e Lombardo gravam o single de estreia dos Descendents . Colega de escola de Stevenson, Milo Aukerman se junta à banda como vocalista e a nova formação cria um público local com músicas cativantes e melódicas, shows energéticos ao vivo e a imagem icônica do nerd Milo.

Eles lançam o Fat EP (1981) e seu álbum de estréia Milo Goes to College (1982), assim chamado porque Milo deixa a banda para estudar biologia e Stevenson toca bateria pelo Black Flag pelos próximos 3 anos, no hiato da banda.

ALL

Stevenson, Alvarez e Egerton iniciam uma nova banda, o All , com o cantor Dave Smalley, entretanto a banda tem dificuldade em encontrar público sem o nome e o vocalista dos Descendents. Buscando um custo de vida mais acessível e uma localização centralizada para a turnê, o All se muda para Brookfield, Missouri, em 1990. Reynolds sai da banda após o álbum Percolater, de 1992 .

Com o novo cantor Chad Price, o All lança novo disco em 1993 e assinam com uma grande gravadora. Posteriormente, eles se mudam para Fort Collins, Colorado, e constroem seu próprio estúdio de gravação, The Blasting Room, que teve grandes clássicos do punk rock melódico gravados nele (ainda faremos este ano um episódio só sobre o estúdio).

Retorno

Reunindo-se novamente com Milo e como Descendents, a banda lança Everything Sucks em 1996 e desfruta de um entusiasmo renovado do público. Depois que Milo Aukerman retorna à sua carreira bioquímica, o ALL lança Mass Nerder (1998), considerado o melhor disco do quarteto, e Problematic (2000), mas permanece na sombra dos Descendents, falhando em atingir o mesmo nível de popularidade e recorde de vendas. Como Stevenson coloca, “Tudo é culpa da banda por não serem os Descendents”

O terço final do filme foca as questões de saúde e família de Stevenson. Ele cuida de seu pai doente durante o último ano da vida, e o difícil relacionamento deles inspira a música dos Descendents, “One More Day”. As bandas passam por um hiato por vários anos quando Alvarez se divorcia, Egerton se muda para Tulsa, Oklahoma , e Stevenson se concentra em seu trabalho como produtor musical .

Agora, com quase 40 anos, os membros da banda desfrutam de uma agenda de apresentações descontraídas, mas intensa ao redor do mundo, e do entusiasmo crescente de um público renovado.

EP32 – Psico UEL Covid-19, Festival Barbada e O Olho de Jean Carlo Barusso

EP33 – Muita música com Fernanda Branco Polse, Labuta Mamute e Sons do Brasil