in , ,

Artes e conscientização: Mostra Mulheres Plurais começa hoje no Sesc Cadeião

O Sesc Londrina Cadeião Cultural preparou uma programação especial com atividade de várias linguagens e modalidades

Artes e educação: Mostra Mulheres Plurais começa hoje no Sesc Cadeião

Mostra Mulheres Plurais começa hoje (8) no Sesc Cadeião em Londrina. A mostra multiartística “Mulheres Plurais” com atividades artistias, palestras, apresentações teatrais e outras atrações.

Por Bruno Leonel

O evento acontece em ocasião da semana das mulheres, com o objetivo de relembrar conquistas femininas, além do seu espaço na arte, na cultura e na produção do conhecimento.

“A curadoria foi feita em parceria com a Marina Stuchi, que trouxe a ideia de fazermos uma programação especial, e fomos juntando nossas programações, convidadas e ideias. Tentamos colocar mulheres que produzem arte e conhecimento em diversas linguagens artísticas, sobretudo em Londrina, esperando que essas mulheres sejam vistas e ouvidas. Achamos que não há melhor celebração pra uma artista do que ser prestigiada e ter um espaço. Esperamos que as pessoas que nos parabenizam hoje façam isso prestigiando essas mulheres.”, contou a escritora e técnica do SESC, Samantha Abreu em entrevista à Alma Londrina. Confira:

Clube de Leitura
Olhos D’Água, de Conceição Evaristo
Encontros On-Line │ Todas as 5ªs de março │ 19h30 às 21h
Vamos ler juntas essa coletânea de contos de uma das maiores autoras brasileiras.

Os contos de Olhos D’Água apresentam uma significativa galeria de mulheres: Ana Davenga, a
mendiga Duzu-Querença, Cida, a menina Zaíta. Ou serão todas a mesma mulher, captada e
recriada no caleidoscópio da literatura em variados instantes da vida?

Bate-papo – Mulheres na arte
08/03 │ 3ª │ 19h │ Presencial │ Gratuito
Qual o lugar da produção de mulheres na arte, sobretudo londrinense?

Nesta roda de conversa, poderemos ouvir as experiências de artistas de diferentes áreas e refletir sobre o espaço destinado às mulheres na Cultura, na crítica e na produção de arte e de conhecimento.

Com Celina Becker (cinema), Alegorah (maquiagem de efeitos especiais), Jéssica Rezende (música) e Marina Stuchi (teatro). A mediação é da jornalista Lívia Oliveira.

Lançamento de Livro
Minha cidade, meu bairro, minha vida, de Maria Helena de Oliveira Morais
11/03 │ 6ª │ 19h

O livro entrelaça a biografia da autora com a história da Zona Norte de Londrina e com a de outras mulheres da comunidade, que são exemplos de superação social, intelectual e emocional. A ideia surgiu durante as pesquisas para o projeto Memória da Mulher Negra Londrinense, realizado em 2018/2019 e que resultou em uma revista e em premiação do Ministério da Cultura. A obra passa pelos 77 anos de Maria Helena, destacando os últimos 40, período de mudanças sociais e de formação e consolidação da Zona Norte, conhecida hoje como Cinco Conjuntos.

Palestra – Caminhos para a saúde íntima, emocional e sexual, com Amanda Herrero
11/03 │ 6ª │ 18h30 │ Presencial │ Gratuito

Nesta palestra, a fisioterapeuta Amanda Herrero falará com as mulheres participantes a respeito da saúde íntima, emocional e sexual, para ajuda-las a conquistar autonomia e aprenderem como cuidar de seus aspectos femininos, estimulando suas potencialidades intrínsecas e orgásticas por meio da fisioterapia pélvica e postural, da terapia floral, de práticas ancestrais femininas e de práticas físicas e energéticas de sexualidade sagrada.

Feira Cultural
11/03 │ Sex │ A partir das 17h

Em parceria com a equipe do Londrina Criativa, receberemos dezenas mulheres empreendedoras expondo seus trabalhos nas mais diversas áreas!

CineSesc Especial │ Gratuito
11/03 19h: Cineastas londrinenses: Redenção, de Alessandra Pajolla + A Manicure, de Marina Stuchi + Todas as horas do tempo, de Jackeline Seglin.

18/03 19h: Libertem Angela Davis, de  Shola Lynch.
25/03 19h: Visages, Villages, de Agnès Varda

Espetáculos
Ingressos: R$5,00 e R$10,00 na portaria do evento
Me chame pelo Meu Nome, de Marina Stuchi
12/03 │ Sáb│ 18h │ Teatro

“Nós, mulheres, morremos como moscas”: a partir desta premissa, a atriz Marina Stuchi constrói sua performopalestra, colocando em debate a violência de gênero na sociedade contemporânea. A performance une dados coletados em sua pesquisa de doutorado em literatura, vivências pessoais, além de relatos de mulheres que são atravessadas cotidianamente por diversos tipos de violências que as banalizam. São mulheres que têm história, família, têm rosto e, por isso, merecem ser chamadas pelos seus nomes.

A solidão da minha pele preta, de Solange Mello.
19/03 │ Sáb │ 18h │ Dança

Uma tradução, por meio da Dança Butoh, da solidão da mulher preta, de sua invisibilidade perante a sociedade e, ao mesmo tempo, da estranheza de sua presença. Uma reflexão sobre o lugar reservado a esta mulher, nos fazendo questionar a imagem da mulher forte e guerreira, que tudo aguenta. A performer, também dramaturga da obra, teve como inspiração suas próprias vivências e os textos de Carolina Maria de Jesus e de Midria.

Na gaveta de baixo, de Ana Karina Barbieri
26/03 │ Sáb│ 18h │ Teatro

Solo de dança e teatro a partir da ‘dramaturgia da lembrança’, desenvolvida pelo diretor Aguinaldo de Souza junto a um grupo de atores pesquisadores entre 2008 a 2012. A partir deste processo, a atriz Ana Karina Barbieri criou o roteiro da cena e a presença cênica.

Voltada para sua própria vida e para episódios selecionados e trabalhados artisticamente, ela realiza um conjunto cativante de ações e textos que vai de uma aparente clareza até o hermetismo estético, alimentados pela densidade da literatura e da dança moderna.
___________________________________

INFORMAÇÕES
Sesc Londrina Cadeião Cultural
Rua Sergipe, 52 – Centro
Fones: (43) 3572-7700 / 3572-7701
Programação: https://www.sescpr.com.br/unidade/sesc-londrina-cadeiao/programacao/

 

Pedro Grell e Ktenas

Pedro Grell e canções feitas com o coração

aniversário

Aniversário de 4 anos da Hora do Sabbat