in

Mestres e referências eternas do ska

Apresentado e produzido pelo DJ Fernando Feijó, com trabalhos técnicos de Elias Vergenes, originalmente na Rádio Universidade 107,9 FM, o Rude Boy Train selecionou para este segundo programa de 2020 representantes das raízes do ska e rocksteady.

Ouça o podcast:

O programa dá um pontapé inicial estiloso: The Trojans com “Rainbow Warrior”, do álbum “Celtic Ska”, gravado entre os anos de 1987 e 1993, mas lançado apenas em 1994. No mesmo bloco tem Derrick Harriott, John Holt fazendo uma versão pra lá de desencanada de “Hey Jude” e Del Roy Wilson com “Better Must Come”.

O “padrinho do rocksteady” Alton Ellis abre o segundo bloco com o clássico “Rocksteady”. Na sequência, The Kingstonians brilham com a faixa “Complicated Scene”, Reggae Boys embarcam no “The Reggae Train” e ouvimos um dos riffs de guitarra mais marcantes da história do ska em “Richard Cory”, de Ken Boothe. “Sentimental Reason” do Maytones e “Sweet Harmony” de Lloyd Charmers encerram o bloco.

O duo Keith & Ken também dão as caras nessa edição com “Say Bye Bye”, seguidos pelo mestre Jimmy Cliff e sua “Miss Jamaica” e Slim Smith com “I Got Your Number”.

A nossa despedida se dá com “Fever”, de Junior Byles, “Love Me Tonight”, de Audrey, Neville Hinds com “London Bridge” e Toots & Maytals com “Louie Louie”, uma das mais regravadas da música pop mundial.

Texto: Teixeira Quintiliano.

Entrevista – Banda Valeries, de Londrina, lança o primeiro álbum “La la la pop”

Quem já teve experiência com o bracinho?