in

Podcast da Alma EP10 – Humanização durante a pandemia

Um episódio para as pessoas: os impactos da pandemia sobre o trabalho dos palhaços na humanização da assistência hospitalar e os desafios da arquitetura urbana para a mobilidade e circulação de pedestres e transporte coletivo.

Por Ana Carolina Franzon

O Boletim Covid-19 divulga a campanha de financiamento coletivo que a turma de palhaços do Plantão Sorriso está organizando para enfrentar e sobreviver à crise do coronavírus. Intitulada “Vira Plantão – Fazendo o Plantão que virá!”, você pode contribuir pelo site Catarse doando quantia a partir de 11 reais. A atriz e palhaça Aneliza Paiva nos conta sobre como era a rotina de trabalho antes da pandemia, como a equipe foi impactada pela novidade do coronavírus lá em março, e a forma que encontraram para manter os vínculos da humanização hospitalar apesar da pandemia.

O Plantão Sorriso é o primeiro grupo de palhaços do sul do Brasil a atuar na assistência hospitalar, há 24 anos! Hoje, a equipe conta nove artistas-palhaços, uma administradora e uma psicóloga; eles atuam em cinco hospitais da cidade atendendo mais de 30 mil pessoas por ano. Em toda a sua história, O Plantão Sorriso já realizou mais de 570 mil atendimentos “leito a leito”, como eles mesmo dizem.

O repórter Bruno Leonel conversou com o Prof. Dr. Fábio César Alves da Cunha, geógrafo e professor do Departamento de Geociências da Universidade Estadual de Londrina UEL, que falou com sobre os principais desafios que a cidade enfrenta em relação ao trânsito de veículos e a circulação de pessoas. 

Durante todo o mês de junho, a Vila Cultural Alma Brasil organizou o Arraiá Online da Alma, A Uébi Festa da Vila. Sobre a série de eventos, o jornalista Daniel Thomas gravou reportagem com as produtoras da Alma, Thais Hammer, Mariane Hara e Naná Souza.

O Podcast da Alma é um programa do Núcleo de Jornalismo da Alma Londrina Rádio Web. Apresentação de Ana Carolina Franzon, edição de som de Thiago Franzim, reportagem de Bruno Leonel, coordenação geral de Daniel Thomas.

Foto: Plantão Sorriso/Divulgação

 

Tatinha, um clássico do radialismo esportivo

Genocídio: death metal em alta voltagem