in

Qual é o seu lugar na luta antirracista?

A edição 11 da Hora do Sabbat segue se posicionando diante da luta antirracista. O mundo está presenciando o aumento da discriminação racial. No Brasil, ainda fingem que o  racismo não existe mais, porém se esquecem de que foi assim que a sociedade brasileira consolidou o racismo estrutural: na raiz deste povo.

Por Sarah Mascarenhas.

Nas Américas, a escravidão foi abolida em meados do século XVII, porém o Brasil foi o último país a assinar a libertação dos escravos. Aqui defendiam que a escravidão gerava conflitos brandos pelo fato de o povo brasileiro ser pacífico. Logo, não haveria guerra pela liberdade do povo escravizado. E foi com essa tênue colocação que crescemos e perpetuamos a  discriminação e a perversidade da supremacia branca euro referendada.

E, a partir desta nossa linha histórica, esta edição segue provocando todos os brancos da sociedade brasileira a olharem para sua história pessoal, sua educação e os hábitos da sua família. Como você se relaciona com as questões étnico-raciais? Qual é seu papel no combate ao racismo? Como você pode contribuir para a luta antirracista?

Essas são perguntas comuns a todos nós brancos brasileiros. E a maioria de nós não sabe nem por onde começar a pensar. Muito menos partir para ação. Mas as mulheres da Hora do Sabbat estão se posicionando e este programa apresenta uma seleta de rainhas da música brasileira. Incluímos também uma da Beyoncé, para garantir a presença dessa diva POP empoderadona!!

Tocamos Clementina de Jesus, Dona Ivone Lara, Elza Soares, Xenya França, Bia Ferreira, Preta Rara, Tassia Reis, Luedji Luna, Karol Conka, Leci Brandão, Zezé Motta, Beyoncé e Alcione!

Da Lira da Semana entrevista Flaíra Ferro, que conta um pouco do seu trabalho de discutir sobre o privilégio branco.

Milena Bachir traz um retrospecto do trabalho da “Inadequada”, seu quadro homônimo. O projeto tem como foco promover o feminismo popular e educar através do feminismo!

Observatório Chega entrevista Dida Dias e Thais Périco sobre uma situação de violência contra mulheres na baixada santista.

A carta da semana é o ponto de partida. O elemento fogo traz energia vital. o que é ótimo se você não sair por aí seguindo qualquer impulso. As palavras-chave são tesão e assertividade.

Podcast da AlmA: jornalismo e música no seu dia

Manifestação Antifascista em Londrina na WebTV