in

A diva Whitney Houston

Whitney Houston performing at Radio City Music Hall in New York on July 20, 1993. (Photo by Ebet Roberts/Redferns)

Whitney Houston: a diva. 

Eu sou a Luciana Telles e esse é o Alma Preta. E como você já sabe, a proposta deste nosso  programa mensal é apresentar a você a biografia musical dos principais artistas negros da música  mundial, junto com alguns de seus maiores sucessos, repetindo um estilo de programas especiais que costumávamos ouvir no rádio nos anos 1980 e 1990.

Minha intenção é trazer música de qualidade e ao mesmo tempo apresentar uma visão geral da história musical desses grandes artistas!

Ouça o podcast:

A diva Whitney Houston
Alma Preta

 
 
00:00 /
 
1X

Por Luciana Telles.

E para esta nossa terceira edição, trazemos a história da artista mais premiada de todos os tempos, segundo o Guinness Book, que vendeu mais de 200 milhões de álbuns durante toda a sua carreira e influenciou outras grandes estrelas da música: a diva Whitney Houston!

Um grande nome da música mundial, que infelizmente não está mais entre nós, Whitney Houston, foi uma cantora norte-americana de R&B, pop, gospel, além de atriz e modelo.

Segundo o Livro dos Recorde, sua lista de prêmios inclui 2 Emmys, 7 Grammys, 31 Billboard Music  Awards, 22 American Music Awards, o total de 425 prêmios que ela conquistou em toda sua carreira, incluindo prêmios póstumos.

Whitney Houston faleceu em 11 de fevereiro de 2012. Hoje ela está aqui sendo lembrada em mais uma edição do Alma Preta, que já começa com dois dos seus maiores, “I Have Nothing”. Esta faixa é trilha sonora do filme o Guarda-Costas, uma das seis trilhas que ela colocou no filme e também a hora desse samba que é a minha favorita.

Whitney Elizabeth Houston nasceu em 9 de agosto de 1963, em Nova Jersey, nos Estados Unidos.
Filha de Cissy Houston, que era cantora gospel e de R&B, seria praticamente impossível pra Whitney  crescer longe da música, ainda mais porque ela tinha como primas as cantoras Dionne e Diddy Warwick, duas divas da música mundial. E tinha ninguém menos do que Aretha Franklin como sua madrinha.

Primeiro álbum

No dia 14 de fevereiro de 1985 foi lançado o primeiro álbum chamado “Whitney Houston”, demorou pra fazer sucesso. Mas quando single “You Give Good Love” atingiu a terceira posição entre os mais vendidos da revista Billboard, as vendas dispararam.

Os outros singles logo atingiram a primeira posição entre a lista dos mais vendidos, também da revista, e o álbum ficou durante 14 semanas no topo. Esse álbum venderia 25 milhões de cópias do mundo inteiro, com 13 milhões apenas nos Estados Unidos, e foi o álbum mais vendido, à frente
de “True Blue” da Madonna.

“Whitney Houston” se tornou álbum mais vendido de uma artista na sua estreia. E com o sucesso vieram os prêmios. Em 1986, Whitney ganhou seu primeiro Grammy de Melhor Desempenho Vocal Pop Feminino, com a música “Saving All My Love”.

Quebrando barreiras

Durante a décadas de 1980, a MTV recebeu duras críticas porque ela não destacava vídeos de artistas negros. Michael Jackson foi o cara que quebrou essa barreira pra artistas negros do sexo masculino. Whitney foi o equivalente ao Michael e fez a mesma coisa pras artistas negras.

O estilo e habilidade vocal de Whitney teve um impacto significante na música popular. Ela influenciou novos cantores e cantoras em todo mundo. Portanto, uma série de artistas (Jennifer Hudson, Leona lewis , Kelly Roland, Beyoncé Alicia Keys, Lady Gaga) a reconhece como uma das suas maiores influências.

E, para fechar com chave de ouro, o Alma Preta traz “Try It On My Own” e “When You Believe”, como eu disse anteriormente tema da animação Príncipe do Egito, que tem em sua letra uma mensagem muito bacana.

Espero que vocês, assim como eu, tenham curtido demais essa terceira edição do Alma Preta.  Quero vocês sempre de novo aqui comigo. Eu sou Luciana Telles e esse é o Alma Preta.

Abraço, tchau tchau, grande beijo!

Thunderlord Long Live Metal Alma Londrina Rádio Web

Thunderlord: a tradição do heavy metal de Londrina

Agenda das Vilas 25 de julho a 1º de agosto de 2020